Conecte-se conosco

Ecommerce

e-commerce do futuro: o que esperar?

Até poucos anos atrás o e-commerce parecia ser coisa futurística… Mas atualmente é a realidade da maioria das empresas. Mas como sabemos, é preciso sempre estar em dia com as tendências.

Pensando nisso, o que se pode esperar do e-commerce do futuro?

Confira:

Social commerce

Não é de hoje que as redes sociais são um poderoso aliado para o e-commerce. É por isso que o social commerce tem ganhado cada vez mais força.

Afinal as redes sociais são canais de atração e comunicação com o consumidor.

As pesquisas mostram que as compras realizadas através das redes sociais passaram de 22% para 35% só no último ano. E o destaque fica com o Instagram, com 87% das vendas, seguido pelo Facebook com 46% das vendas.

Mas por que considerar usar o social commerce?

As redes sociais aproximam o consumidor do seu e-commerce. Sendo assim, pense em uma estratégia e use as redes sociais a seu favor!

Nesse sentido, invista em anúncios patrocinados, post orgânicos e outros conteúdos que interagem com o consumidor.

Mas lembre-se de que as redes sociais requerem interação continua! Por isso não descuide desse canal e fique atento ao atendimento, pois assim conseguirá engajar mais clientes.

Só assim conseguirá usar as redes sociais a favor do seu e-commerce!

Community commerce

O Community commerce é um conceito que vem ganhando cada vez mais força no universo online. Ele está muito atrelado ao marketing de influência e em como esse tipo de conteúdo afeta as vendas.

Em outras palavras, o Community commerce parte da premissa de trazer pessoas para falar sobre seu serviço, produto ou marca, sem dar aquela ideia formal de propaganda.

E é nesse detalhe que está o segredo: o Community commerce usa pessoas comuns e qual foi a experiencia delas com seu e-commerce.

Sendo assim, a base do Community commerce é criar uma comunidade de consumidores fiéis a uma marca ou produto e, que de forma espontânea e voluntaria, divulguem esses produtos.

Por isso, seu e-commerce deve começar a pensar em estratégias de como criar uma comunidade fiel à sua marca.

Mobile commerce

Vamos ser sinceros: praticamente existem mais smartphones que pessoas! E isso não é uma metáfora criada por mim… Isso é confirmado por pesquisas!

Uma delas feita em 2021 revelou que havia 214 milhões de brasileiros e em contrapartida existem 242 milhões de smartphones em uso no Brasil.

Pensando nisso, como seu e-commerce pode se destacar?

O mobile está cada vez mais presente no dia a dia das pessoas. E com isso, as facilidades das compras online também.

Sendo assim, muitas empresas estão notando a necessidade de transformar a experiência nos seus e-commerces, tornando-as adaptáveis ao ambiente mobile.

Por isso que é tão importante que seu site seja compatível e que permita uma experiência de compra em um smartphone, tablet ou outro dispositivo. Ou seja, desenvolver interfaces especificas para o acesso através de dispositivos móveis. Fazer isso é indispensável para um bom desempenho nas vendas.

Uma das grandes vantagens do mobile commerce é ser mais competitivo. Afinal seu e-commerce está literalmente na palma da mão dos clientes. E isso aumenta as probabilidades de aumentar as vendas.

E aí, sua loja está presente na palma da mão dos clientes?

Concluindo…

Como vimos a tendência do e-commerce do futuro é priorizar o relacionamento com os clientes, construir comunidades fiéis a sua marca e promover uma boa experiência mobile.

Seu e-commerce quer estar no futuro?

Para isso conte com a ajuda da plataforma de e-commerce egondola!

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EGONDOLA NEWSLETTER

Cadastre-se para receber conteúdos sobre e-commerce, marketing e tecnologia.

Facebook Egondola

Tags

Post's mais acessados

Por que seu e-commerce deve implementar o chat online no checkout?

Lojas Online

Ações que levam seu e-commerce às melhores posições online

Ecommerce

Tendências de SEO para seu e-commerce

Ecommerce

Quais são as tendências para o varejo 2024?

Ecommerce