Conecte-se conosco

Loja Virtual

Métodos de precificação para marketplaces

Marketplaces são canais de venda poderosíssimos para alavancar as vendas do seu e-commerce. Mas não realizar o cálculo certo na hora de precificar seus produtos no marketplace, poderá resultar em prejuízo. Então, como saber calcular o preço do produto ao anunciar em um marketplace?

O lucro é o objetivo das atividades comerciais, mas não é somente aumentando o preço dos produtos que se obtém lucro. É preciso também entender as estratégias de precificação para que os produtos comercializados continuem competitivos e se tornem opções de escolha ao cliente.

Neste artigo, vamos entender os principais métodos de precificação para vender em marketplaces e manter a sua operação online ativa.

O que é precificação?

O preço dos produtos é um dos fator decisivo na hora da compra online. Sendo assim, a precificação irá estabelecer uma margem de lucro na venda para tornar o processo viável tanto para o lojista bem como para o cliente.

Por isso, é preciso entender as estratégias de precificação para que seus produtos continuem competitivos no mercado e se tornem opções de escolha ao cliente.

Qual a importância da precificação na hora de vender em marketplaces?

A precificação correta faz com que seu e-commerce obtenha lucros, além de se manter competitivo no mercado.

Como esse é um ambiente onde os concorrentes estão sempre muito perto, a um clique de distância, é preciso algo que faça que seu e-commerce se destaque.

É aí que o preço entra em cena. Afinal, se um produto for muito mais caro do que a maioria dos concorrentes, ele passa a ficar fora das opções do consumidor. E quando ele fica muito mais barato, o lojista pode ter problemas para obter lucro com a venda.

Confira quais são os principais métodos de precificação para marketplaces:

Precificação baseada na concorrência

A precificação baseada na concorrência é um método muito utilizado por quem vende em marketplaces.

O método consiste em levantar os preços oferecidos pelos concorrentes diante de um mesmo produto. A intenção é adquirir a máxima quantidade de dados possível, já que, assim a análise se torna mais precisa.

Mas não adianta apenas escolher o preço mais barato para precificar, já que isso pode trazer prejuízos a longo prazo.

Para se manter competitivo nas vendas, é importante tentar se aproximar dos valores de mercado, colocando um valor a mais por algum benefício extra, mas sempre analisando a concorrência.

Precificação baseada no markup

A precificação através do markup corresponde a um método que se baseia nos custos envolvidos em cada produto. Para conseguir fazer isso, é preciso realizar um cálculo, mediante uma fórmula:

Markup = 100 / [100 – (DV + DF + LP)]

Onde as siglas correspondem a:

  • DV = percentual das despesas variáveis
  • DF = percentual das despesas fixas
  • LP = percentual do lucro desejado.

Mas lembre-se que esses percentuais serão atribuídos por cada unidade de produto ou serviço. E, assim, ajudarão a compor o seu preço final.

O markup é um método rápido de precificação, mas requer alguns cuidados. Isso porque o cálculo do multiplicador não garante que todos os custos da operação vão ser pagos, visto que é apenas uma estimativa.

Por isso, é importante refletir em algumas perguntas:

  • O que acontece se a meta de vendas desse produto não for alcançada?
  • Preciso vender quantas unidades à mais de um outro produto para suprir os custos de uma outra meta não atingida?
  • O meu consumidor está disposto a pagar os custos dessa operação?

Esses são apenas algumas perguntas que precisa ser levada em consideração na hora de escolher este método de precificação.

Precificação baseada na margem de contribuição

A precificação baseada na margem de contribuição é um método super recomendado para precificar os produtos do sua loja online. O método consiste em analisar a margem de contribuição obtida a partir do valor de venda menos os custos e despesas variáveis.

Em outras palavras, ela determina o quanto “sobra”, dentro do custo de venda, após serem descontados custos e despesas variáveis. Sendo assim, é importante porque permite que a empresa estabeleça o quanto deseja ganhar a cada item vendido.

Assim, com esse método, é possível entender e mensurar como anda a saúde das vendas da sua loja online.

E ainda possui a vantagem de ser bastante flexível. Isso quer dizer que se você deseja se tornar mais competitivo, por exemplo, poderá diminuir essa margem e focar em volume. Mas se deseja lucrar mais, é possível elevar essa margem.
Basicamente, ela é calculada por:

Margem de contribuição = Valor de venda – Custos e Despesas variáveis

No caso de buscar a porcentagem, a fórmula é dada por:

Margem de contribuição = (Valor de vendas – Custos e Despesas variáveis) / Valor de venda

De maneira geral, a precificação baseada na margem de contribuição permite não apenas que o negócio cubra as suas despesas em geral, como ainda, obtenha uma margem líquida em cima de cada item que é vendido.

Precificação baseada no lucro

A precificação baseada no lucro de basea no lucro nominal desejado, levando-se em consideração os custos.

Para isso, é acrescido um determinado valor ao custo do produto para encontrar um montante mínimo para o número final. Nesse método, a fórmula é:

Preço de Venda = (Custo do Produto + Lucro Objetivo)/(1-Impostos – Taxas da venda)

Podemos dizer que de certa forma, é uma abordagem um pouco diferenciada em relação ao markup, mas em que se chega ao mesmo resultado obtido por aquele método.

Novamente, não é possível estabelecer uma margem de lucro muito grande, o que pode comprometer os resultados pretendidos.

Concluindo…

Realizar a correta precificação é indispensável para que sua loja online se destaque no marketplace.

Apesar de todas as fórmulas serem matematicamente corretas, é preciso ter contexto, já que há questões como alta da inflação, concorrência ou novas necessidades do empreendimento. Sempre considere todas as variáveis presentes.

E sempre conte com a ajuda especializada da Plataforma de e-commerce egondola.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EGONDOLA NEWSLETTER

Cadastre-se para receber conteúdos sobre e-commerce, marketing e tecnologia.

Facebook Egondola

Tags

Post's mais acessados

Por que a presença digital é importante?

Ecommerce

ecommerce: dicas para começar do jeito certo

Ecommerce

Metaverso e e-commerce: o que esperar para o futuro?

Tecnologia

Tendências que estão conquistando o e-commerce brasileiro

Ecommerce

Abra a sua loja online.
Não se preocupe, nós iremos te ajudar.

Comece agora