Conecte-se conosco

Marketing Digital

Como usar o marketing de influência no e-commerce?

Seu e-commerce está vendendo bem, mas você deseja ter mais resultados. Já pensou em usar o marketing de influência?

Os influencers tornaram-se o centro das atenções do público e das marcas nos últimos anos, especialmente nas redes sociais, como Instagram e YouTube. Como sabemos disso?

Os números mostram. Segundo pesquisas 68% da população seguem influenciadores digitais, e 76% delas fizeram uma compra por recomendação dos influenciadores.

Sendo assim, se você deseja melhorar sua presença digital e atrair novos consumidores, uma excelente alternativa é trabalhar com marketing de influência.

O que é marketing de influência?

Uma das perspectivas mais importantes do e-commerce é estimular a pesquisa para ganhar a confiança do consumidor. As estratégias de conquista trazem muitas inovações ao mercado.

Assim, estratégias que se conectam com os consumidores e comunicam a segurança dos produtos vendidos tendem a ser mais eficaz. E é nessa linha de raciocínio que está o marketing de influência.

O segredo está em fazer com que seu produto seja popular por meio de influencers. Com essa técnica, o consumidor obtém a primeira impressão com base no conhecimento do influenciador. Quanto mais próximo o seu público está dos influenciadores, mais confiantes eles ficam em consumir os produtos ou serviços que representam.

Em outras palavras, o marketing de influência é uma atividade de divulgação que tira proveito de interações interessantes de personalidades e participação na Internet, especialmente por meio de redes sociais.

Dicas para usar o marketing de influência favor do seu e-commerce

Não limite a criatividade

Não deixe que suas preocupações dominem quando trabalhar com sua marca nas redes sociais. Isso atrapalha a maneira como as campanhas de marketing de influenciadores são conduzidas.

Lembre-se de que as pessoas desejam uma mensagem honesta e verdadeira. Sendo assim, não tenha medo de ser ousado e criativo!

Explore combinações alinhando vários canais e várias campanhas

Apenas um influencer pode estar envolvido em uma estratégia de marketing de influência, mas não são apenas os influencers. O que acha de estender o alcance de suas mensagens usando outros canais? Essa poderá ser uma boa opção.

Mas se seu e-commerce quiser usar vários influenciadores, crie um diálogo durante a comunicação e certifique-se de que a ação não seja uma postagem sem fala.

Pessoa Jurídica ou Pessoa Física?

Se seu e-commerce planeja contratar influenciadores diretamente, sem ser com uma agência, lembre-se de que esse é um novo mercado. Mesmo muitos influenciadores de pequeno e grande porte ainda não tiverem uma empresa de capital aberto, então é comum contratar pessoas físicas.

É claro que o custo de execução de um contrato de RPA (Recibo de Pagamento Autônomo) é superior ao de pagar uma fatura emitida por um contratante. Mas se os influenciadores são importantes para a estratégia do seu e-commerce, planeje antes de negociar.

Micro ou grandes influenciadores?

É muito importante pensar em seus objetivos para não optar por pagar mais do que resultados. Como assim?
Grandes influenciadores tendem a atrair mais atenção devido ao grande número de interações, enquanto pequenos influenciadores tendem a estar mais próximos da marca.

Em vez de ficar focado com o número de seguidores, seu e-commerce pode acabar criando uma conexão maior com o influenciador que foi adicionado à sua estratégia de marketing de influência.

Cuidado com as praças

Os influenciadores nem sempre se comunicam com os residentes da cidade em que vivem, mas sim de outras cidades ou até países. Por isso, pergunte aos principais influenciadores da sua cidade sobre seus seguidores para ver se anunciar com eles faz sentido para sua estratégia.

Se seu e-commerce for de pequeno ou médio porte, comece a negociar porque a publicidade com influencers atrai pessoas para outras cidades ou cria necessidades não atendidas que podem levar à insatisfação dos consumidores. Nesse caso, o melhor é responder à sua necessidade primeiro.

Fique atento ao comportamento anterior e posterior do seu influencer

Podemos dizer que os influencers estão cada vez mais conscientes de que a mídia social é sua marca e, por isso, estão tentando não se envolver em polêmicas que possam prejudicar sua imagem.

Por isso é comum as pessoas perguntar aos patrocinadores influenciadores suas atitudes e rotinas, e se essas atitudes e comentários são consistentes com os valores da marca interessada.

E aí entra um alerta: se o comportamento do seu influenciador não corresponder ao que sua marca posiciona, a melhor solução é rescindir o contrato para não causar uma crise. Além disso, verifique se há conflitos de conteúdo entre o Google e os influenciadores nos últimos seis meses antes de fazer um acordo.

Se o diálogo segue seus princípios, faça um contrato pacífico.

#Publi ou #Ad

Ao se comunicar com influenciadores, é muito importante deixar claro que se trata de propaganda, anúncio ou publicidade. Afinal, fazer publicação implícita ou publicidade secreta é imoral, e não ajuda em nada na divulgação da sua marca.

Portanto, certifique-se sempre de que uma dessas hashtags seja inserida no texto gerado pelo influenciador, ou até mesmo dentro de um vídeo.

Marketing de influência deve ser focado na personalização

Os consumidores querem cada vez mais uma experiência personalizada, única e envolvente. Sendo assim, os e-commerces que se concentram em um conceito de marketing feito sob medida para alvos específicos estão cada vez mais em alta.

Ou seja, o mercado da personalização deve ser baseado sempre na experiência do cliente, e por isso o marketing de influência também deve ser personalizado.

Mas, acima de tudo, o benefício está na maneira como seu e-commerce promove seus produtos por meio de plataformas de influenciadores. Seu e-commerce não só precisa apresentar suas fotos em alta resolução, mas também precisa conhecer e concordar sobre estratégias com influenciadores para construir relacionamentos próximos com seus usuários.

Assim, o influenciador e a empresa saberão como agir no momento da publicação.

Concluindo…

O marketing de influência quando bem programado pode trazer bons resultados, resultando num excelente reconhecimento para o e-commerce.

Porém, tudo isso deve ser acordado e devidamente exposto durante o processo de fechamento do contrato com o influenciador.

Não deixe seu e-commerce para trás.

Conte com a ajuda da Plataforma de e-commerce egondola.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EGONDOLA NEWSLETTER

Cadastre-se para receber conteúdos sobre e-commerce, marketing e tecnologia.

Facebook Egondola

Tags

Post's mais acessados

Vendas travadas no e-commerce? Esses podem ser os motivos!

Dicas de Venda

Como seu e-commerce pode tirar proveito do Instagram?

Redes Sociais

TikTok lança marketplace

Tecnologia

6 Tendências de Marketing Digital para 2022

Marketing Digital

Abra a sua loja online.
Não se preocupe, nós iremos te ajudar.

Comece agora