Conecte-se conosco

Lojas Online

Instagram expande acesso a sua loja virtual

Em uma época que o e-commerce está crescendo de maneira acelerada, as redes sociais estão acompanhando a tendência. Uma prova disso é o Instagram, que liberou novos recursos para ajudar pessoas, marcas, pequenas e médias empresas a vender pela plataforma.

Esse passo foi dado no dia 09 de julho, na tentativa de ser cada vez mais relevante no e-commerce.

Como funciona

A rede social Instagram vai estender a compra de produtos e serviços para qualquer loja online ou usuário. Antes esse benefício era restrito a empresas.

O objetivo é que as marcas usem o Instagram como uma vitrine, expondo os produtos e preços, redirecionando os seguidores para a loja online ou site da empresa. Pelo menos por enquanto, a vitrine virtual do Instagram será gratuita.

O Instagram é uma rede social administrada pelo Facebook. E só no ano passado, o Facebook faturou cerca de 70 bilhões de dólares em publicidade. Julgando por esses dados, trata-se de um negócio e tanto!

Outros app

Sendo sinceros, não é só o Facebook que está de olho nessa oportunidade. O TikTok, app chinês de vídeos, lançou no final de julho uma opção Business. Com uma plataforma própria, a empresa permite que marcas criem campanhas de vendas.

Seguindo essa onda, até o Google apresentou novidades. Lançou o Business Messages, que é um canal onde os clientes conversam com as empresas por meio do buscador ou do Google Maps.

Voltando ao Instagram

A novidade anunciada na semana passada, faz parte de uma estratégia do Facebook de virar uma plataforma de vendas relevante para pequenas e medias empresas. Em maio, o Facebook permitiu a abertura de lojas dentro de seus app. A ideia é proporcionar uma experiencia sem que o usuário saia da rede para comprar.

O próximo passo nessa estratégia são as shopstreaming, ou vendas em transmissões de vídeo. Essa estratégia é popular na China. Um exemplo é o app Taobao, do Alibaba. Os dados do faturamento mostram que essa é uma poderosa ferramenta de engajamento da audiência.

Por causa dessa tendência, o Instagram já se adaptou. Quando criada em 2016, a ferramenta de vídeos era apenas para transmissões ao vivo. Mas devido a pandemia passou a armazenar vídeos, como faz o YouTube. A proposta é que muito em breve os clientes poderão realizar compras de serviços ou produtos de uma live, seja durante ou depois de ela acontecer.

E sua empresa? Vai seguir as tendências de mercado?

Não perca tempo, leve seu negócio a outro nível!

Conte com a Plataforma de e-commerce egondola!

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EGONDOLA NEWSLETTER

Cadastre-se para receber conteúdos sobre e-commerce, marketing e tecnologia.

Facebook Egondola

Tags

Post's mais acessados

Gatilhos mentais: use essa estratégia no seu e-commerce

Dicas de Venda

Como usar a emoção para aumentar as vendas em seu e-commerce?

Dicas de Venda

Como aumentar a taxa de recompra no seu e-commerce?

Ecommerce

Como o Pix pode afetar o e-commerce?

Ecommerce

Abra a sua loja online.
Não se preocupe, nós iremos te ajudar.

Comece agora